Biodanza
Image


Biodanza Clínica e Social

Biodanza Clínica e Saúde Mental

O propósito deste texto é explicar em poucas palavras, em que consiste a Biodanza Clínica e como atua na saúde, em particular na saúde mental.

A Biodanza é um sistema de integração através do movimento e da música especificamente concebido para nos ajudar a restaurar a nossa natural alegria, vitalidade e motivação para viver, aspetos fundamentais para que a nossa saúde, especificamente, a nossa saúde mental possa ganhar equilíbrio. É um sistema que estimula o desenvolvimento humano através de vivências integradoras induzidas pela dança, pela música e pelo encontro humano. Quando se fala em dançar, as pessoas pensam em danças de salão ou em colocar sapatilhas de ballet e fazer passos mirabolantes, dois para a esquerda, três para a direita. É difícil pensar numa dança que vá além dos padrões estéticos e, ainda mais improvável conceber uma dança que possa induzir modificações existenciais. Pois bem, essa é a proposta inovadora da Biodanza.

Ao criar este sistema, Rolando Toro, um antropólogo e psicólogo chileno, pesquisava formas de humanizar a medicina e de criar sistemas promotores de saúde e bem estar. É neste propósito que se ancoram os primórdios da Biodanza, apesar de o sistema não ter ficado circunscrito a este âmbito.

Através dos seus estudos antropológicos, Rolando Toro percebeu que a dança sempre foi usada, desde os tempos mais remotos, como um instrumento de vinculação e comunicação, expressando com profundidade conteúdos emocionais humanos. Ela é usada para comunicar e unir membros do grupo em ritos de passagem e celebrações. A dança, pode, assim, evocar e comunicar o que nós sentimos de forma profunda e reveladora.

Biodanza Clínica - Roda de Embalo
Biodanza Clínica
Roda de Embalo


A nossa história fica impressa nos músculos, na postura, na forma de movimentar pelo espaço, assim como na forma de se relacionar com o outro e com seu entorno. Ao mesmo tempo que revela, também o poder de provocar transformações.

A partir de um modelo teórico-operacional baseado nas ciências da vida (biologia, fisiologia, neurologia, antropologia, psicologia, sociologia), este sistema compõe-se de um conjunto de exercícios e músicas organizado, com o objetivo de elevar os níveis de saúde, desenvolver a comunicação e estimular a criatividade. É um convite à alegria de viver, ao prazer de dançar e aprender a conviver, promovendo o desenvolvimento dos nossos potenciais. É um sistema cuja a metodologia pode ser aplicada em diferentes áreas, que vão da infância, ao mundo empresarial e à promoção da saúde. No caso da sua aplicação em Saúde Mental, dispõe de uma metodologia específica e utilizada num enquadramento designado por Biodanza Clínica, que requer uma especialização e formação específicas. Assim, as propostas num grupo clínico são orientadas para a especificidade deste, no sentido das patologias identificadas no mesmo.

A dança que Rolando Toro propõe é o movimento pleno de sentido, onde cada participante pode mover-se a partir do que sente e não do que acha que os outros esperam dele ou a partir de uma coreografia. O movimento não é orientado para um rendimento ou uma performance, mas para uma integração do sentir, do pensar e do agir. O simples facto de alcançar essa coerência é, por si, só curativo, pois a possibilidade de atuar com fidelidade aos próprios sentimentos pode provocar mudanças existenciais profundas. A proposta da Biodanza é que essa coerência possa incorporar-se progressivamente. Isso é alcançado gradualmente com o processo da aula regular semanal.

O objetivo da Biodanza é a integração e expressão da identidade em três níveis:

Nível fisiológico: integração entre as partes do corpo e resgate de padrões orgânicos de funcionamento, ou seja, dissolver tensões, regular ritmos, integrar emoções. Respeitar pautas básicas do organismo, dissolvendo o stress e recuperando os níveis de saúde.

Nível afetivo: integração entre o indivíduo e o seu grupo, resgatando a possibilidade de vinculação e cuidado, dissolvendo padrões competitivos e defensivos de comunicação.

Nível existencial: integração entre o sentir, o pensar e o agir, encontrar coerência e espontaneidade nas ações quotidianas.

"A Biodanza não é somente um conjunto de exercícios com músicas ou um sistema convencional de expressão das emoções, mas sim, uma nova visão da Vida, um processo de desenvolvimento humano, de integração da identidade, de transformações internas e desenvolvimento das potencialidades humanas. Trata-se de aprender a 'dançar a vida' e descobrir o 'prazer de viver'."  Rolando Toro

Biodanza Clínica - Fluidez - Adquirir leveza, flexibilidade e adaptabilidade
Biodanza Clínica
Fluidez - Adquirir leveza, flexibilidade e adaptabilidade

Os principais benefícios da prática da Biodanza são:

Integração motora: ritmo, coordenação, flexibilidade, fluidez, elasticidade, unidade e harmonia dos movimentos.

Auto-regulação sistémica: equilíbrio neurovegetativo, eliminação de sintomas psicossomáticos; Aumento de energia vital, vontade de viver e disposição para a ação;  Integração entre o pensamento, sentimento e ação; Expressão da criatividade, das emoções e sentimentos; Promove a convivência, fortalecendo vínculos e a capacidade de nos relacionarmos de forma mais afetiva; Desenvolvimento de uma ecologia humana.

Os exercícios de Biodanza desenvolvem uma maior consciência da corporeidade e do movimento, bases para o desenvolvimento cognitivo e da auto estima. Promovem a capacidade de interagir com segurança e respeito com outras pessoas, facilitando o processo de integração nos grupos e a formação de amizades.

Todos estes fatores incidem diretamente na saúde mental e no desenvolvimento cognitivo das pessoas, facilitando uma maior adaptação ao ambiente, incentivando o interesse pela aprendizagem através da curiosidade e o prazer de descobrir o mundo.

Este processo não acontece somente num nível subjetivo já que Biodanza atua diretamente sobre a plasticidade neuronal, estimulando a criação de novas redes sinápticas. As pessoas que praticam Biodanza, desenvolvem maior aptidão para se perceberem a si mesmas em relação ao seu semelhante e ao mundo, com respostas mais criativas e inovadoras, mantendo a reciprocidade com o seu ambiente.

A Biodanza é um sistema extremamente amplo para explicar em poucas linhas, mas resumidamente propomos que através da dança, dos registos do corpo, do sentir, possamos gerar integração consigo, com o outro e com o entorno. Somente o nosso movimento pode abarcar essa profundidade, pois a palavra falha, esconde e escapa. Por isso, em Biodanza usamos o movimento como proposta para o caminho da integração.


Fernanda Pinto, facilitadora didata de Biodanza
Especializada em Biodanza Clinica e Social e Biodanza para Crianças e Adolescentes

 

Clique aqui para mais informações





Biodanza - Fernanda Pinto no Google+
Biodanza - Fernanda Pinto
no Google+



Contactos  |  Mapa do Site



Image
Image
image